15.3.10

pedaço de ti

foto: Marcos Oliveira (www.olhares.com)


pedaço de ti
que encontro quando chove
e que em arco-íris
em mim se morre
com prazer
apagando feliz
o escuro do meu ser.
assim, para te ter
choro chuva cor de giz
branca, sem significado
e espero fascinado
pelo brilho que acontece.
colho a cor que me apetece
pinto a alma a preceito
depois, quando entardece
beijo-te de luz, com meu jeito
e as sete cores adormeço
descansadas, no teu peito

8 comentários:

brisa de praia disse...

poema bem conseguido

lágrima disse...

Que ternura!

"beijo-te de luz, com meu jeito/ e as sete cores adormeço descansadas, no teu peito"

no teu peito uma flor, com as cores do arco iris.

ivy disse...

na voz carregas
farrapos de mar revolto
que amarro à cintura
logo acima das sete saias,
das sete cores
que és,
das sete letras
que sou...


conto as nuvens
canto ao vento
atrevo e provoco:
passos de dança
e gestos indolentes,
saltos no ar,
e palavras mudas.


... e eu sempre nua,
despida - quase transparente;
a desenhar-te no peito
um arco-íris de saudade

Fabricante de Sonhos disse...

Pq os pedaços de quem amamos, tb nos interessam...
Lindíssimo texto...
Suas palavras encantam, sabia?

Eu estava com saudades daqui...

Tenha uma ótima semana!
Beijokas!
www.twitter.com/millaborges

Moni disse...

Pedaços guardados
Simplismente pedaços
Mais o que é melhor para relembrar se não os pedaços.

e todos guardamos e ate mesmo sem saber recodamos.

Baila sem peso disse...

Vou passando em silêncio...
hoje deixo passinho de palavra
e roubo uma cor do arco-íris
que em poema lindo se lavra...

beijo

Pedrasnuas disse...

SIMPLESMENTE DIVINAL!!!

ABRAÇO

Thaís disse...

sempre os fragmentos do outro vindo nos encontrar....