16.7.12

O mapa




Estendi o mapa sobre a mesa da cozinha
e desenhei com o dedo indicador
todos os países que nos separam.
Encontrei as cidades com os olhos fechados
e imaginei os teus passos em Barcelona
o teu sorriso sentado num banco de jardim, em Paris
o teu corpo cansado numa cama de Londres
e de mãos dadas, contigo, em Frankfurt
ouvi protestos
por nos banharmos sem roupa numa fonte da praça principal.
Dobrei o mapa, alterando todos os vincos
fazendo desaparecer os países que nos separam
e as cidades onde estamos
deitaram-se abraçadas
beijaram-se sobrepostas
e fizeram amor toda a noite
elas, como se fossemos nós

2 comentários:

ivy disse...

amam-se as cidades e as palavras com que fazes AMOR

beijo de (a)mar

NunoG disse...

beijinhos Ivy...