12.6.10

3 - três

foto: Emanuel Amaral (www.olhares.com)


podia escrever-te 3 versos
com palavras escolhidas
imaginar 3 histórias
em 3 linhas bem corridas
podia colher 3 flores
com 3 cores
por mim um dia perdidas
ou procurar 3 tesouros
em ilhas desconhecidas
navegar só por 3 mares
com ondas muito batidas
que me levem em 3 tempos
a esquecer as feridas
podia pedir-te 3 sonhos
antes de adormecer
que me levassem p’ra longe
que me fizessem viver
podia dar-te 3 beijos
tantos quantos os desejos
que se apressam a crescer
podia oferecer-te os 3 S’s
com que tu me tens cativo
silêncio
saudade
sorriso
e depois sem um aviso
deixar-me endoidecer
pedir-te para morrer

7 comentários:

b ú z i o / tribal sea disse...

acho bonito este poema, ritmado, dinãmico e gosto do significado dos S's, contudo, pela imagem, dá-me ideia que te referes de algo a 3mãos... será algum triângulo amoroso? e porque no final, ao endoideceres, pedirias à musa para morrer?

al disse...

«com que tu me tens cativo
silêncio
saudade
sorriso»

parece que me escreves :)

não tinha noção da dimensão do nome Nuno Guimarães... muitos parabéns :)

Sonia Schmorantz disse...

Poderia dizer três palavras, mas só vou dizer uma: lindo!!!
um abraço e ótima semana

OutrosEncantos disse...

Este poema fez lembrar-me daquele outro dos três beijos, naquela caixinha. Foi com ele que entrei na tu página, noutra vida...

Continuas escrevendo muito bem!
Beijo.

I disse...

O número três é mesmo melódico...e mítico. Resultado: melodia de encantar.

mari (a)penas... disse...

Adorei, adorei!

Texto, ritmo...

Ganhaste mais uma seguidora!

Quando estou em baixo uso aquilo a que chamo de "técnica dos 3 sorrisos". O primeiro é patético, o segundo é esquisito e o terceiro é confiante. E resulta :)

Beijo*

Baila sem peso disse...

E três foi a conta que Deus fez!
e tu na sua ligação
fizeste do múmero comunhão...
silêncio, saudade e sorriso
endoidecer e procurar o paraíso :)

Gostei do encadeamento
como sempre em grande sentimento!!

beijinho e bom fim-de-semana