21.6.10

poema roubado nos teus lábios


tens algo que fascina os sentidos
e me deixa levemente adormecido
nos sonhos demorados que me trazes
tens algo, que povoa o meu destino
e que hoje eu desenho por instinto
no papel reciclado por teus dedos

deixo os versos riscados em cegueira
envolver as marcas que me sopras
e os sorrisos semeados com arado
agarrados por meus olhos à distância

deixo as palavras roubadas
de surpresa à saída dos teus lábios
tingirem o ar que eu respiro
deixo a alma abraçar a liberdade
voando rasante e em saudade
na brisa de ternura que lhe chega

inspiro devagar tua presença
que bebo em tragos prolongados
deixando que me encontres nos pedaços
das palavras que por ti agora escrevo

4 comentários:

gabrielle disse...

pedaços que apaixonam
quem lê incauta e sonhadora

Fa menor disse...

Há quem tenha esse dom de roubar palavras aos lábios: tu.

Bjins

Castanhos de Vidro disse...

Adoro suas palavras....

Susan disse...

Um homem fascinado ,apaixonado e cheio de sensualidade ...
Bom de mais pra se ler !!!!
BEIJO
Susan