5.2.12

talvez não estejas sozinha...


talvez não estejas sozinha
porque a noite está tão linda  
e o frio que hoje existe
não apagou o luar
talvez não estejas sozinha
porque o chá perto da cama
não arrefece depressa
fez por ti uma promessa
continua a fumegar
talvez não estejas sozinha
porque os teus dedos conversam
soltam as palavras simples
que lhes ensinei a falar
talvez não estejas sozinha
porque o frio que repousa
no vidro da tua janela
tem um rasto quente e baço
d’alguém que sopra o teu nome
com lábios feitos abraço
prontos para te beijar
talvez não estejas sozinha
porque os teus olhos cerrados
brilham tanto como estrelas
não mostram ponta de medos
por detrás dos céus fechados
talvez não estejas sozinha
porque trauteias na mente
uma canção de embalar
repousando calmamente
até o teu sono chegar
talvez não estejas sozinha
porque tens uns quantos sonhos
que voam sem asas, no quarto
esperam indicação tua
um sinal ou uma pista
uma escolha onde pousar
talvez não estejas sozinha
tens um livro de magia
com páginas por escrever
espera aquela mezinha
com pernas de aranha preta
e asas de borboleta
que tu teimas em esconder

talvez não estejas sozinha
até eu poder chegar…

12 comentários:

al disse...

que poema delicioso para quem está a lê-lo... sozinha. *

XR disse...

E há noites em que palavras belas despertam sorrisos que espantam a solidão :)

Anónimo disse...

... já Pedro Paixão dizia:

"se a morte não me quis, porque havia o amor de me querer"...?!

NunoG disse...

al, obrigado e beijinho... nunca estamos sozinhos quando temos alguém que escreve para aqueles que pensam que estão sozinhos...

NunoG disse...

obrigado XR... a solidão espanta-se âs vezes assim...

Ana Casanova disse...

Ao ler-te sinto-me sempre acompanhada...

Um beijinho, Poeta.

NunoG disse...

obrigado Ana!!!!
beijinhos...

Princesa do Mar disse...

Talvez a "solidão" seja o vislumbre de uma companhia que nos abraça em forma de palavras... Talvez não estejamos sozinhos porque há sempre alguém que nos abraça, mesmo no silêncio das palavras que não chegam...

NunoG disse...

talvez... Princesa do Mar... obrigado pelas tuas palavras...
beijinho...

Baila sem peso disse...

fico sempre em apneia
quando por aqui passo
este talvez não estejas sozinha
é um som que eu abraço!!!

lindos os teus versos!!!!
e não são perdidos os passos
quando em noite de lua cheia
encontro esta cadência de enlaços!

parabéns!!!!
beijinhos

NunoG disse...

beijinhos, ''Baila sem peso''... e muito obrigado!

Susana disse...

Adoro este poema e não me canso de o ler...