13.3.09

escrevo só


Escrevo só, para mim,
pensamentos e ideias.
Pinto sonhos em papel,
teço-os com minhas teias,
chego à Torre de Babel.

Escrevo, só para mim,
Palavra após palavra.
Numa insónia viciada,
prolongo a minha lavra
pela noite assim parada.

Neste poema sofrido,
Risco, corrijo, apago…
Estrofes já esquecidas,
rimas que foram perdidas,
um verso que já tinha lido.

Com sentidos em alerta,
Sinto, lembro, quase afago…
Tua pele doce e sedosa,
teus seios em tons de rosa,
teu beijo que me liberta… 


12 comentários:

frAgMenTUS disse...

escrever, em madrugada de insónia, é um misto de solidão e inspiração...e qdo nos assaltam as doces memórias, q sirva para q o novo dia amanheça em sorriso.

dia feliz :)

Marcela Fernanda disse...

Vi o blog no Lista de Sonhos e vim ver, gostei! Beijos

nina rizzi disse...

"escrevo pra estar ´sozinho'. fernando pessoa.

muito bom o poema :)

Humana disse...

Lindissimo poema!
Escrever faz-nos tão bem...
Deixaste fluir para a ponta dos dedos o que te ia na alma.Adorei!
Beijinhos, Nuno.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Nuno, esse seu blog tem clima de mistério e sedução. Adorei. Sobre o seu texto da insônia, nada melhor que uma proveitosa como a sua, onde as palavras se fazem belas.

Parabéns!

Volte sempre, seu comentário foi muito bem-vindo.

=]

Rebeca

-

Anónimo disse...

Gostei muito,

Com sentidos em alerta,
Sinto, lembro, quase afago…
Tua pele doce e sedosa,
teus seios em tons de rosa,
teu beijo que me liberta…

BAndys

beijos

nuangui disse...

Não esperava melhor! Simplesmente fantástico. parabens mano.Abraço

O Sibarita disse...

Olá Nuno, que beleza seu poema, como vc mesmo diz sofrido, porém, mais do que isso de libertação, oi que bom! kkkkk

10!

abraços,
O Sibarita

Fragmentos Betty Martins disse...

._______querido Nuno


poema lindíssimo

onde os_____sentidos se multiplicam. no profundo______do sentir___...


________///





beijO______ternO
bFsemana

Espelho disse...

Concordo contigo, as palavras sentem-se na pele.

Abraço

Sonhos e Devaneios disse...

mui belo poema...parabens
abraços joao

Escrevendo na Pele disse...

Moço, isso ficou uma delícia. Senti o escorrer de todas as palavras vivas. Um rio. Bjs.