6.11.09

águas mortas

foto: Carlos Lima (http://www.olhares.com/)

vagueio por partidas e chegadas
em viagem solitária e incerta
corpo perdido e alma descoberta
errantes como brisas desmaiadas

encontro portos secos sem amantes
com barcos atracados por instinto
dos capitães cegos, delirantes
levados por correntes-labirinto

sou marinheiro oculto em velas rotas
movidas por um vento-nevoeiro
que cobre o oceano traiçoeiro
fazendo afundar almas vividas
(outrora criaturas destemidas
agora sufocadas em águas mortas)

fantasmas de navios que apodrecem
carregados de tesouros já sonhados
destroços de desejos, aos bocados
levados por marés que amanhecem
quando tocam, quando molham, quando sentem
os meus olhos ainda acordados

6 comentários:

Marta Vasil disse...

Évora - Porto distância longa para mim.

Espero que a apresentação do teu livro tenha correspondido ao que esperavas. Acredito que sim. Gostaria de ter estado presencialmente nesse teu momento, mas fi-lo em espírito.
Estou contente por ti, Nuno. Os teus poemas mereciam sair das páginas virtuais e esvoaçar na pele, nos olhos e nas mãos de quem te quiser ler e de quem te vier a descobrir, como eu te descobri aqui em muito boa hora.
Grande beijinho para ti.
(Em breve adquirirei o livro aqui na minha cidade onde a Temas originais tem um local de venda)

MV

Pedrasnuas disse...

QUE BELEZA...

BJO E BOM FIM DE SEMANA

Angelo Vaz disse...

Gostei da imagem fotografica e da escita.
Fiquei surpreso.
Um abraço
angelo vaz

Confesso disse...

De onde brota tamanha inspiração?
Poema belíssimo!
Sempre, cada vez mais gosto de voltar aqui...


Beijos admirados...

Tamiris disse...

"fantasmas de navios que apodrecem
carregados de tesouros já sonhados"

Sempre desejei o romantismo que vc descreve em seus textos... É uma pena não desfrutar de uma pessoa que não o tem, e tbm não sabe despertar em mim...

Parabens

Baila sem peso disse...

errando pela maré baixa, maré alta
sem correntes que nos prendam ao cais
que nos molham em manhã que salta
nos olhos que conhecem nossos ais...

(espero que o dia 6 tenha sido felicidade e tenha reconhecido tua verdade!)

beijinho com muito carinho