13.11.09

fui voar


contemplo o céu fixo e constante
a cada passo em cada instante
tentando como perceber
o alcance desta imensidão
que faz voar o coração
e deixa a alma ofegante
pergunto como o abraçar
e descobrir, os seus segredos
fico ansioso, não sinto medos
mas quero nele velejar.
quero o calor de um trovão
quero beijar só uma estrela
chegar à lua que é tão bela
dizer baixinho que gosto dela
depois tocar-lhe e dar-lhe a mão
e em delírio tresloucado
contei meu querer, tão desejado:
quero ir ao céu, sentir o cheiro
do mar que paira por inteiro
enublado, sobre nós.
esta vontade de navegar
abriu teu peito, fez-te sonhar
da pedra dura, cinzel, a sós
numa quimera, a cintilar
fizeste asas de encantar
e no azul, eu fui voar

(poema criado para a exposição de Maria Leal da Costa)

11 comentários:

gabrielle disse...

e eu voo contigo...



as tuas palavras são electrizantes!

Pedrasnuas disse...

DESEJO-TE BOA VIAGEM... E QUE SEJAS FELIZ

Bia Maia disse...

Pois somos dois a VOAR, então!..

gostei demais de seu blog e te espero mais e mais vezes por lá em meu cantinho...

Beijos com carinho!

Bia Maia

http://olhardentrodosolhos.blogspot.com

Baila sem peso disse...

azul, lua, mar, céu, sonho
quimeras de palavras a voar
e eu aqui para aplaudir
a riqueza do teu sentir!

Bom fim de semana
beijinho a sorrir

Priscila Rôde disse...

Estou voando.. rs
Belo!
Bom final de semana!
Beijos.

☆Fanny☆ disse...

Um voo azul onde as asas tocam o infinito do sonho desenhando sorrisos nas estrelas...

Lindo este teu poema, Nuno!

Não pude ir ao lançamento do teu livro, mas gostaria muito de o comprar. Escreves com a alma. Parabéns!

Um beijinho

Fanny

Humana disse...

Adorei o poema! Fez-me voar em sonhos, de olhos abertos...
Beijos Nuno.

Parapeito disse...

...todos nós nascemos com asas...nem todos sabemos é dar lhe uso.
Dias cheios de brisas mansas**

Lethéia disse...

Também fui voar...beijo

Photography. ♥ disse...

Olá, Nuno.
Obrigada.
Fico contente por gostares.
Adorei o poema. :)

Tem um bom dia.

Luz disse...

Todos auspiciamos voar, todos o podemos..., mas nem sempre sabemos como..., ou, talvez necessitemos de alguém para nos acompanhar e, nesse céu azul ganhar asas e voar sobre (a)mar...