30.4.10

mimo, precisa-se

foto: Cristina Afonso (www.olhares.com)


mimo precisa-se, quente
assunto urgente
para consumir no presente
e de preferência
com doçura e paciência
com candura e displicência
com sorrisos, beijos, gestos
que não sejam indigestos
e me deixem satisfeito
preciso mimo, ao teu jeito
perfeito
dado à noite
ao levantar
interrompendo o jantar
falado ou num tocar
sentido na tua mão
escutando no teu peito
o bater do coração
parado em cima da mesa
p’ra provar à sobremesa
ou comer às escondidas
antes de alguém chegar
e me levar outra vez
p’ra longe do teu mimar

6 comentários:

b ú z i o disse...

o título fez-me sorrir.
poema ritmado para um coração que se quer amado :)

Delirius disse...

...também sorri..., achei-te menino outra vez, hoje mais feliz, que bom!
Venho também trazer-te um mimo, um doce beijo nesse teu coração bonito!

ivy disse...

soubera eu o jeito
o to daria a preceito...

estivera eu mais perto
e te beijaria, decerto


abraço apertado

Inês Dunas disse...

Passei por aqui e deixo-te um miminho!
Sempre brilhante e emotiva a tua poesia!
Inês Dunas

Borrega disse...

Mimo realmente precisa-se... este soube bem, mas trouxe a nostalgias dos que foram, não há muito, constantes...

Adorei

Borrega

Anónimo disse...

Deixo-te aqui um miminho em forma de beijinho

SS