24.6.11

amor e pecado



- desculpe, tem AMOR?
- esgotado
- e PECADO?
- o último foi levado
apressadamente
por uma cliente
- linda?
- princesa de um grão-ducado
que deixou um beijo pousado
no balcão da minha alma
- saiu há muito?
- quem? o beijo ou a donzela?
- ela
- saiu montada em cavalo
e deixou perdido, um sorriso
escorrido
num adeus muito diferente
como se o morrer
fosse destino
como se a tristeza
fosse seu fado
perfeitamente traçado
por uma história menor
- qual a direcção?
- siga o bater do coração
vá sem fazer ruído
abrace o perfume do vento
pois o PECADO levado
deixa fumo sonhador
que entra dentro do peito
vai apagando a saudade
e com um risco cuidado
vai desenhando o AMOR

4 comentários:

pianissima disse...

que poema encantador!
beijo e sorriso!

NunoG disse...

muito obrigado, ''pianissima''...

Mia disse...

Lindoooooooooooooo!!!!!!

NunoG disse...

obrigado ''Mia''!