21.7.11

beijos-caramelo



às vezes o virtual visita-me
chega tentador, em corpo de mulher
e instala-se na minha pele
com um sorriso lindo
faz-me cócegas com as palavras que me diz
passeia os dedos que me parecem reais
pelo cabelo
para depois me roubar tesouros
que tenho escondidos nos olhos
apontando-me ao peito
a arma mortífera da saudade

fica por aqui
e deixa-me gastar tempo real com ela
falando de coisas pequenas sem importância
e, às vezes
da importância das pequenas coisas
que concluímos serem quase sempre virtuais

hoje trouxe também beijos com sabor a caramelo
que repeti à colherada
gulosamente
derretendo-os na boca
fundindo-os depois nos sonhos
que adoçarão as minhas horas de dormir

às vezes o virtual visita-me
em corpo de mulher
sorriso lindo
e beijos com sabor a caramelo
fica por aqui, por pouco tempo
como a Cinderela
sai antes da meia-noite, a correr
e eu deixo-me morrer
de volta ao mundo das pequenas coisas
de volta ao mundo real
das coisas
muito, muito pequenas

2 comentários:

OutrosEncantos disse...

este sim, é lindo :)))))!!!

- o que é virtual?!... e platónico?!...

o virtual passeia-te os dedos pelos cabelos e a tua pele eriça e sossega.
o platónico traz-te os sonhos que te adormecem doce e te fazem bem.
o real, na maioria das vezes atraiçoa-te e destroi-te!

beijo de caramelo, amigo querido.

p.s. - dia do amigo: ontem, hoje, todos os dias :))

NunoG disse...

beijoa e obrigado "OutrosEncantos"...