26.5.09

aeroporto de escala


Esperas, longas esperas,
são exercícios de mente
resolvidos calmamente
em aeroporto de escala.
Cheio de ruído e de gente,
consegue manter-se indiferente,
não imaginando os fantasmas,
que trago dentro da mala.

Solto-os de uma assentada!
São figuras coloridas
de faces muito diversas,
que agrupo como peças,
de “legos” para crianças.
Construo histórias, sem pressas,
faço banda desenhada
que quero ver premiada
em festival de loucura,
pela sua investidura
na demência estruturada.

Neste transe evolutivo,
desenho de modo instintivo,
alguém, à tua imagem.
Materializada p’ra mim,
corre a fazer o “check in”
e vem comigo em viagem.

20 comentários:

sonho disse...

Adorei abrir a tua gaveta....Será este um encontro inesperado no aeroporto?Não queiras levar a imagem...corre atras da realidade:)
Bem agora vou fechar a gaveta com a certeza que a vou voltar a abrir:)
Beijo de um anjo

frAgMentus disse...

É curioso perceber que mesmo sem estarmos fisicamente num aeroporto de escala, podemos voar para além das nuvens porque viajamos por força do amor, projectado na energia viva de um beijo,toque, ou afago, simplesmente porque estamos fundidos a alguém em corpo-alma-espírito!

Adorei a última estrofe e achei engraçada a alusão aos fantasmas coloridos, diversificados e que são como peças de lego.Aliás, a 2ª estrofe é mt intensa em tudo o que diz, ou não traduzisse o peso da saudade...

Acreditando que po aeroporto de escala não é tão somente para partir, mas também para regressar, um sorriso grato por esta leitura (de coração:).

Namastê, Nuno.

frAgMentus disse...

É curioso perceber que mesmo sem estarmos fisicamente num aeroporto de escala, podemos voar para além das nuvens porque viajamos por força do amor, projectado na energia viva de um beijo,toque, ou afago, simplesmente porque estamos fundidos a alguém em corpo-alma-espírito!

Adorei a última estrofe e achei engraçada a alusão aos fantasmas coloridos, diversificados e que são como peças de lego.Aliás, a 2ª estrofe é mt intensa em tudo o que diz, ou não traduzisse o peso da saudade...

Acreditando que po aeroporto de escala não é tão somente para partir, mas também para regressar, um sorriso grato por esta leitura (de coração:).

Namastê, Nuno.

simplesmenteeu disse...

"construo histórias, sem pressas"...
na pressa de te encontrar.
desenho, rasgo o papel.
beijo o traço, dou-te vida.
pego a mala e de mão dada
vou para o cais de partida...

um beijo

clic disse...

Se sabem que levas peças de lego na mala, não sei se te deixam embarcar!... :)))

Secreta disse...

Embarcar numa viagem única ... :)

Sara L.Miranda disse...

Apenas uma palavra: magnifico.
Um beijinho

Margarida disse...

aii, nunca consigo descrever a tua poesia, nem tenho palavras para a comenta, mas adoro : )

Fabricante de Sonhos disse...

Olá! Saudades de te ler, então apareci! rs

Esperas e esperas... A vida seguindo e nós sempre estamos esperando... Alguém,. alguma coisa... Esperar...

Lindo teu texto!

Beijo meu!

Fabricante

Moonlight disse...

Viajar para alem do fisico...viajar com a alma num querer de partir, para sempre ficar no amor pretendido...

Um bj com luar

alice disse...

vim retribuir a tua visita, que agradeço. gosto imenso de aeroportos e inspiraste-me a fazer um poema por lá, um dia destes... beijo.

Kalaari disse...

O que é afinal, a vida? Uma viagem, nada mais.
Difícil é encontrar o percurso certo sem nos perdermos ou perdermos o nosso tempo em rotas com diversas escalas sem interesse, em vez de chegarmos ao destino previsto dentro do horário previsto...
Um abraço
Vera Lucia

Kalaari disse...

O que é afinal a vida...Uma viagem, nada mais. A arte é encontrarmos o rumo certo, sem termos que fazer escala em diversos portos o que nos faz atrasar e perder tempo valioso antes de chegarmos ao nosso destino.
Um abraço
Vera Lucia

Arabica disse...

Nuno,

se há sitios, momentos, ideias, palavras, que nos podem levar à identificação/empatia com outro, este teu poema, bem que pode ser dado como exemplo.

Gostei. Como não gostar?

Os fantasmas por vezes não regressam.
Ficam por lá, entre rios e escalas.

Beijo.

Liginha Gabriela disse...

Olá Nuno =)~
Passando pra agradecer e retribuir a sua visitaa, obrigada adorei viuh?!
Ja me tornei sua seguidora pra ñ perder o contato, e estarei sempre por aki, sempre serás bem vindo no meu ok?

Bjoos

;*

segredo disse...

E quantas vezes viajamos com alguem no nosso imaginario k infelizmente nao esta a nosso lado...
Beijinho de lua*.*

cris disse...

Partidas, chegadas, despedidas, abraços matando a saudade... Aeroportos são lugares de fortes emoções...
Obrigada pela visita!

Sonia Schmorantz disse...

Obrigado pela visita, tens uma linda gaveta aqui, daquelas cheias de coisas para remexer...
Um lindo final de semana
abraço

Parapeito disse...

Gostei de viajar até aqui..
E tambem gosto de gavetas :)numca se sabe o que podemos lá encontrar :)
Numa próxima viagem fico com mais tempo...agradeço a visita ao parapeito.
Um bom fim de semana...cheio de brisas mansas*

Kalaari disse...

Já não vinha cá há tanto tempo que voltei para uma olhada...Foii bom o regresso.
Vera Lucia