24.6.09

o tocador de acordeão

foto: Nuno Guimarães

O som inunda ruas vazias
vertendo valsas em noites frias
por cantos tristes e distraídos.
Escorrem leves, passos, ruídos
dalguns passantes comprometidos
que depositam os seus sorrisos
nos degraus velhos e bem polidos
onde descansam as melodias

Sabendo de cor alinhamentos
solto no ar meus pensamentos
que dançam ágeis uma canção.
Sentindo a noite tão envolvente
fico por lá eternamente
e as batidas do coração
fazem dueto de emoção
com tocador de acordeão

13 comentários:

C. disse...

Passei pra dar um oizinho, dentro do meu ritual visita blog, e navegar na net... acho que estou viciada mesmo...
Uma bótema quarta!

Anita (Menina-Flor-Mulher) disse...

Ola!

Amo as músicas e poesias de Vinicius de Morais, são tão belas.

Obrigada pela visita, volte sempre.

Bjs!

Úrsula Avner disse...

Olá meu caro, poesia linda, intensa, em versos bem elaborados e melodiosos. Expressivo é o seu talento e grande a sua sensibilidade. Obrigada por seu carinho. Vou linkar seu blog. Bj.

Nydia Bonetti disse...

Também gosto de ouvir distante os sons da noite. Quando há música, então, o pensamento voa... Que belo poema, Nuno. Abraços

Nanda Assis disse...

acho lindo.

bjosss...

tania não desista disse...

nuno ,trazer...aos nossos ouvidos a sonoridade do acordão ...me leva a encantos sem fim.
lembranças de folclore... do rei do baião...e
desse instrumento tão sonoro... talvez , bem mais esquecido do que merece.salvem as festas juninas!
muito belo
taniamariza
ps:seus blogs são ótimos! vou indo neles aos poucos ...até...

Nilson Barcelli disse...

Gostei imenso deste teu poema.
De todo ele, mas o final é inteligente e um achado poético.
"...as batidas do coração
fazem dueto de emoção
com tocador de acordeão"
Gostava de ter sido eu a escrever o poema, pelo menos esta parte...
Abraço.

Neotenia disse...

Isso me lembra tanto o Nordeste (sou Nordestina), a delícia que é escutar um arcordeão no meio da noite, o tocador com olhos fechados (seja para guardar as lágrimas ou pelo sorriso)...

Obrigada pela visita, me encantei com seu blog e já adicionei na lista dos meus favoritos!

Abraços!

Sonia Schmorantz disse...

Um acordeon, tem sempre som de passado, de coisa boa vivida...
Um abraço

MagyMay disse...

Fico a imaginar o tocar desse acordeão....
(Vou voltar, para "sentir" o que trazes a seguir)

Adriana Godoy disse...

Linda harmonia cançao e versos. Abraço.

Baila sem peso disse...

Com tocador de acordeão
vão os versos do momento
vai o jogar, de um menino com pião
na "rua do esquecimento"...

Ouvi o som por um momento :)

Beijos

tempusinfinitae disse...

Versos abertos e fechados ao ritmo do fole do acordeão.

Como o bater do coração.


Obrigado pela visita.

Abraço