22.12.11

os teus dedos

- dá-me por favor os teus dedos
quero saber os segredos
que te vão no coração.
- tenho segredos e medos
tenho feridas que doem
à noite elas me comem
quando as saudades me moem
por dentro, “bicho papão”.
- sinto os dedos com histórias
daquelas em que as memórias
se perdem na solidão
sinto linhas de sentidos
heróis de criança, perdidos
nos livros de ficção.
- quero que não  descubras
o destino dos meus dedos
eles constroem enredos
em teatro de  carícias
no teu corpo que é só meu
quero que eles perdurem
que eles assim permaneçam
contando o sopro do tempo
que neva no cabelo teu

2 comentários:

OutrosEncantos disse...

... saber dos segredos, das feridas e da solidão.
saber e curar, no entrelaçar dos dedos.

Feliz Natal, Nuno.
Beijinho.

NunoG disse...

FELIZ NATAL "OutrosEncantos" e obrigado pelo teu apoio e presença neste blog durante 2011. beijinho!