15.1.10

abraço imaginado

(imagem: quadro de Picasso / abrazo)

um abraço imaginado pousou-me hoje no peito
e trouxe com ele o teu jeito
de chegar
de sonhar
de gostar
com um gosto tão perfeito
cegou-me no seu apertar
incessante
ofegante
de tonalidade brilhante
lembrando um vento solar.
por ofuscar-me o olhar
com seu brilho penetrante
as lágrimas que escorreram
por sentir teu abraçar
eram como estrelas d’água
com o sal a cintilar

um abraço imaginado, deixou-me hoje sozinho
com as mãos tocando o nada
o corpo sem uma morada
e a alma em desalinho

11 comentários:

Luciana disse...

Oi Nuno

Obrigada pela visita

Um excelente fim de semana

Bjs

Lu

Luciana disse...

Oi Nuno

Obrigada pela visita

Um excelente fim de semana

Bjs

Lu

Anónimo disse...

leio-te e imagino... o melhor jeito de me enroscar nos teus braços, sem nunca deixar de sonhar!


beijo.TE

Sonia Schmorantz disse...

Um abraço que desalinha a alma e que alinha palavras num lindo poema!
beijo, ótimo fim de semana

Confesso disse...

"... um abraço imaginado, deixou-me hoje sozinho... e a alma em desalinho."

Quantas vezes sofremos com as lembranças por mais doces que elas sejam...
Sempre bem retornar ao seu espaço, adoro ler você.

Beijos imaginados...

Pedrasnuas disse...

NÃO SEI PORQUÊ OUVI UMA VOZ A DECLAMAR O TEU POEMA...

TÃO MARAVILHOSO ...

Pedro disse...

Não sei metade do que dizer. Sinto-me meio pequeno na presença de uma pessoa cuja vida, já deu tanto. Nasceu um livro e muito mais saiu dessa pessoa que te torna nos meus olhos, alguém tão "rico". (Desculpai os meus modos senhor, falei sem pensar. ^^)

Muito obrigado. Muito obrigado mesmo. Quando pensava que apenas pouco ou nada teria de agradável nos meus textos, é quando aparecem pessoas assim como "tu" (se te puder tratar por tu é claro) e me fazem aperceber de que algo em mim está bem, ou fora do seu lugar, dando alguma magia à vida de uns olhos quais queres que não faço a mínima ideia de quem sejam...

Era só para agradecer. :$
E este, como devem os outros estar, perfeitos. Perfeitos como este. :)

Jessy disse...

Que poema fantástico, adorei! :)

Margarida disse...

a tua poesia faz-me sempre balançar por entre sonhos, e eu tinha tantas saudades de me poder demorar e maravilhar nela!

Anónimo disse...

Um abraço apertado.....sentindo os teus braços imaginarios a volta dos meus. SS Bjs

Susan disse...

Um doce abraço imaginado que faz perder a calma e deixa a alma em desalinho ...
Muito bom te ler !!!!!!!!!!!
Beijos
Susan