26.8.10

bandos (voo XIII)


escultura de Maria Leal da Costa
bandos são os meus dedos
voando sobre o teu corpo
procurando lugar certo
para carícias pousar
depois
bandos de beijos, arribam
como água no deserto
e com a boca por perto
com sede de te beijar
escorrem-se mimos a rodos
que se juntam quase todos
no teu secreto lugar

nota: poema escrito para projecto conjunto com a escultora Maria Leal da Costa, que em breve será apresentado em Portugal e Lituânia.

2 comentários:

OutrosEncantos disse...

Estou a adorar este teu novo projecto
Estes teus voos doces e sensuais no terno delinear das esculturas...

Parabéns, Nuno!
Estou contente com esta tua ascenção no mundo das artes!

Beijos!

NunoG disse...

obrigado "OutrosEncantos" por todo o teu carinho, apoio e atenção aos projectos que vou desenvolvendo...
beijos,
n.