8.8.10

anoiteço devagar


foto: Mario (www.olhares.com)

hoje anoiteço nos teus braços
esperando pela lua
que quase nua
olha-se nos teus olhos
ficando envergonhada a brilhar
hoje vou respirar
a brisa que tu me dás nos teus lábios
em bocadinhos de beijos
em pedacinhos de amor
soprados às escondidas
temperando este calor
hoje, vou arrepiar-me com as palavras
que tu tens em pensamento
hoje, as estrelas (porque sou céu)
escorrem-se doces pelo vento
refrescando os meus sentidos
desmaiados num momento
hoje, por uma janela em quadrado
entrou um poema assinado
onde encontrei em três versos
o teu sorriso em pecado
hoje, encarcerado
numa fotografia tua
anoiteço devagar
esperando pela lua

2 comentários:

Margarida disse...

fogo. genial, fogo.

Alexandra disse...

Este foi-me dedicado... :)


Beijinho

Alexandra