18.3.12

o professor matemática

o professor de matemática
tinha sacos de algarismos em casa
que juntava desde pequeno
roubando-os das portas da vizinhança
e dos preços da frutaria da esquina
cuja menina
haveria de ser um dia
a sua eterna namorada
tinha-os das matrículas de automóveis
tinha-os dos prazos de validade
dos xaropes que tomava
tinha-os, surripiados, dos Km das estradas
estabelecendo a teoria das distâncias acabadas
o professor de matemática
vestia-se de algarismos coloridos
e tomava banhos em zeros subtraídos
que borbulhavam como sais
na sua banheira encarnada
tinha algarismos talhados
cortados
em fugas precipitadas
outros, já acamados
com idade avançada
lutavam por não morrer
nas estatísticas falhadas
o professor era estranho
no seu jaguar castanho
com matrícula apagada
usava gravata amarela
e um grande três na lapela
esse três, como dizia
a conta que Deus lhe fez
ao ensinar tabuada
o professor de matemática
era ele próprio, um número quase infinito
de histórias
de loucuras
de bravuras
de ternuras
de aulas cheias de aventuras
o professor existiu!
durante a construção do poema

NOTA: Desafio lançado pelo Clube de Matemática ao qual respondi com um gosto muito especial atendendo à minha formação mais virada para as ciências do que para as letras. Neste exercício mensal, pretendo, de alguma forma, ''casar'' a Matemática com a Poesia... vamos ver no que dá...

4 comentários:

Baila sem peso disse...

Li aqui e fui ler o clube
interessante este casamento
que o senhor professor ilude
dizendo com modéstia
"manias de poeta"...
qual nada... poesia sim senhor
e com nota positiva, s`tore!!!:)

bom domingo e um beijinho por partilhar o outro cantinho

OutrosEncantos disse...

:))) fazes-me sorrir, e eu gosto!
este poema tem música e sorrisos de menino.
belissimo, Nuno, adorei!

beijo.

NunoG disse...

este é um grande desafio que me foi lançado pelo Clube... e aqui tens o resultado Baila sem peso... beijinho e obrigado pela visita às duas gavetas...

NunoG disse...

este é realmente um poema para sorrir, resultado de um delírio... :)
obrigado OutrosEncantos... beijinho!