24.7.09

chuva morna de verão


a chuva morna de verão
tomba em ti, cai devagar
pendura-se em muitas gotas
como artistas de trapézio
em cabelo que tu soltas
e com mortais de ar quente,
depois de um balançar,
escorre perdidamente
num sorriso envolvente
prendendo em ti, meu olhar

vejo os teus lábios molhados
imagino o sabor
sentido quando tocados
pelos meus, secos, fechados
sedentos do teu amor

desejo chuva constante
para ter em cada instante
teu corpo assim desenhado
em vestido em ti colado
traço as linhas dos teus seios
adivinho teus anseios
sou por ti enfeitiçado

numa pele arrepiada
que percorro lentamente
deixo marcas de desejos
solto o rasto dos meus beijos
em trilha delineada
numa provável ilusão.
são molhados ternamente
pela chuva irreverente
que te despe docemente
nesta noite de verão

14 comentários:

prAia em Mim disse...

...lindo e sensual...

(choverão comentários ;)

Sonia Schmorantz disse...

Uma chuva quentinha de verão, um poema quente pela paixão.... só podia dar certo!
Um abraço

KOTTA disse...

Numa tarde de Verão quente de amor e paixão.Bjo.

Andreia disse...

Estas chuvas de Verão fazem-me lembrar o Inverno, ainda distante, frio e longo. Assim, lembro-me também do que fui, e das tempestades que por vezes crio! *

Scheer disse...

Teu cuidado ao descrever o desejo ao ver uma mulher que ama é maravilhoso, detalhes sedosos e carinhosos que faz de tua poesia belissima!
Parabéns!

Chris disse...

Gostei de passar por aqui e assistir a esta chuva de palavras...
Parabéns
Chris

O2 disse...

Muito bonita a tua poesia, gostei. Parabéns!

:)

Chinha disse...

Uma paixão a jorrar e a florescer nesta chuva quente de Verão

Belissimo

Bom fim de semana

bjinho

Glória Müller disse...

Meu Deus... vou fechar a gaveta sim, mas com o meu coração verdadeiramente encantado com teu belíssimo poema! Quanta sensibilidade e como o teu amor sabe amar... Só mesmo pessoas muito especiais para conseguirem externar o seu sentir com palavras tão bonitas assim... meus parabéns!

Com carinho
Glória

Whispers disse...

Tempestade de verão é chuva de paixão
Desejos de um bom fim de semana
Bonito teu poema...
Mil beijos
Whispers

Maria Manuel Gonzaga disse...

As únicas gotas que sinto são salgadas, de minhas lágrimas.






beijinho

Baila sem peso disse...

Chovem gotas de poesia
da alma morna de coração
e iluminam o sedento verão...
corpo de paixão, sedução
a tua alma assim dizia

ternurento e belo

Beijinhos

Isaura Pereira disse...

Eu bem digo qeu a cada dia que por aqui passo me apaixono mais ....è dificil ver-se por aí tanta sensualidade e sensibilidade masculina ;)


Jocasssss

prAia em Mim disse...

e há lágrimas que chovem num rosto nalgum dia, ou noite, de Verão...