2.2.09

cumplicidades

(a pedido do autor, Sr. Pedro Rego, foi retirada a fotografia que ilustrava este poema)


Cumplicidades trocadas,
Desejos não reprimidos,
Aventuras encantadas,
É o que tenho contigo.

Contigo eu sou sempre eu,
Contigo visito o incrível,
Contigo partilho o prazer,
De ter outro alguém, contigo.

Sem ti, tenho saudades
Sem ti, não faço o que gosto,
Sem ti, cometo adultério,
Porque não fico contigo?

2 comentários:

Anónimo disse...

Caro Bloguista, Sr. Nuno G.

A fotografia usada neste seu poema é de minha autoria. Dado não me ter pedido para a usar, nem de inclusivé constar na sua publicação os créditos da mesma, solicito que a retire do seu Blog. As minhas fotos estão protegidas pelos direitos de autor em vigor em Portugal, pelo que a sua utilização indevida é crime e punivel em conformidade com a lei.

Cumps

NunoG disse...

a pedido do autor, Pedro Rego, retirei a fotografia que ilustrava este poema.
no entanto, a fotografia estava identificada, pois foi gravada com o nome do autor e bastava um clic sobre a mesma para se verificar a sua autoria.