2.2.09

à espera


À espera de um sinal,
De uma estrela cadente,
De um anúncio de jornal,
De um toque diferente,
De um sorriso,
De um beijo,
De uma mão,
Só para mim.

À espera de um sinal,
De um poema perdido,
De um livro ancestral,
Do meu doce preferido,
De uma escolha acertada,
De uma princesa encantada,
De uma flor do seu jardim,
Colhida só para mim.

1 comentário:

frAgMenTUS disse...

e às vezes, quem espera desespera, como diz o ditado mas não há nada como a fé, proacção e perseverança!

gosto da tua escrita pk é objectiva, e com "sumo" :)